1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Como Calcular Adicional Periculosidade

O adicional de periculosidade é um valor que diversos trabalhadores possuem o direito de ganhar, como aqueles que exercem suas atividades laborais em condições periculosas, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego.

Atividades perigosas são aquelas que expõem o trabalhador durante muito tempo a um problema, como explosivos, energia elétrica, roubos, etc. Se você sofre com isso, descubra tudo logo a seguir para receber o seu adicional.

Saiba mais Informações, acesse: INSS Auxilio Doença

Como Calcular Adicional Periculosidade

Como Calcular Adicional Periculosidade

 

Adicional de Periculosidade CLT

A Confederação das Leis Trabalhistas – CLT – rege todas as regras e normas sobre os perigos do serviço laboral e também defende todos os direitos dos empregados. Segundo a CLT, a periculosidade de um local deve ser caracterizada por um Engenheiro ou Médico do Trabalho, e garante ao trabalhador um acréscimo de 30% sobre o seu salário atual.

Saiba mais Informações, acesse: DATAPREV – Extrato de Pagamentos INSS

Calculo Periculosidade

O adicional de periculosidade, se estiver dentro dos padrões, deve fazer parte da folha de pagamento da empresa e o responsável por organizar todos esses documentos e informações deve acrescentar os 30% do trabalhador. O pagamento desse adicional deve ser feito somente durante o período que o trabalhador estiver exposto ao perigo, ou seja, se a atividade for encerrada ou não apresentar mais riscos, o trabalhador para de receber o adicional.

O cálculo é bem simples. Você deve encontrar os 30% referente ao seu salário base e depois multiplicar o resultado pelos meses trabalhados.

Adicional de Insalubridade

Também existe o adicional de insalubridade, que é dado aos trabalhadores que exercem suas atividades laborais em meio a locais que podem gerar doenças e problemas nocivos à saúde. A insalubridade é caracterizada por diferentes fatores e ainda é levado em conta o tipo de atividade desenvolvida durante a jornada de trabalho.

Para definir a insalubridade, ainda são usados limites de tolerância e tempos de exposição, de acordo com a Norma Regulamentadora NR-15. O valor do adicional de insalubridade pode variar entre 40%, 20% ou 10%, de acordo com o grau definido.

Periculosidade e Insalubridade

Pode acontecer de um trabalhador ser exposto a atividades perigosas e ao mesmo tempo prejudiciais à saúde, o que gera uma situação onde ele deve receber adicional de insalubridade e periculosidade. O problema é que esses adicionais não são cumulativos, ou seja, o trabalhador deve optar apenas por um, levando em conta o que mais lhe beneficia.

Para isso, as diferenças entre esses adicionais devem ser levados em conta. O jeito mais fácil de decidir também é na base do cálculo, na periculosidade você pode obter 30% do seu salário, enquanto no caso da insalubridade irá precisar definir qual o grau, para depois poder obter a porcentagem do seu salário. Sendo assim, o resultado maior é o que oferecerá os melhores benefícios.

Adicional de Periculosidade Motoboy

Não faz muito tempo que os motoboys começaram a ter o direito de receber o adicional de periculosidade. Todos os profissionais que usem a motocicleta para suas atividades profissionais têm direito de receber 30% a mais do seu salário. O bom é que o período diário de uso da motocicleta não influencia no valor e nem no recebimento do adicional.

motoboyspericulosidade

Adicional de Periculosidade Eletricista

O profissional das redes elétricas tem direito apenas a receber o adicional de periculosidade, mesmo que muitos trabalhadores dessa categoria já solicitaram por receber ambos os adicionais. Sendo assim, um eletricista deve seguir as mesmas regras dos demais e recebe 30% sobre o seu salário normal.

 

 

 

Recomendados para você: