1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Como funciona a prova de vida do INSS, veja aqui !

Você conhece o termo “prova de vida?” Então, se é aposentado ou pensionista do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deveria saber, afinal, é um assunto importante quando se trata de aposentadoria. Todos os anos, os beneficiários devem fazê-la para que a Previdência Social tenha um maior controle dos pagamentos da aposentadoria e, assim, para que não exista nenhum caso indevido e garanta mais segurança a todos que a recebem. Conheça um pouco mais sobre a prova de vida.

INSS

INSS

O que é “Prova de Vida” e para que serve?

A Prova de Vida tem uma utilidade simples: verificar se o segurado em questão está vivo e ainda pode continuar a receber a sua aposentadoria, assim, a Previdência Social não continua fazendo o pagamento caso a pessoa não esteja apta a receber mais. Sem essa verificação, muitos pagamentos iriam para beneficiários que já faleceram.

Todo ano é necessário fazer esse procedimento. Então, para isso, basta ir até uma agência da Previdência mais próxima – ou a que está acostumado a ir. Lá existe um controle de cadastro que é atualizado a partir dessa renovação anual da senha para o saque da aposentadoria. Para comprovar que o beneficiário pode continuar recebendo, é necessário apresentar um documento com foto original, atual e válido.

Como fazer para recadastrar a senha do benefício?

É muito simples fazer o procedimento para a prova de vida e um novo cadastramento de senha. Para isso, vá até uma unidade da Previdência Social, como informado acima com um documento de identidade válidos. Pode ser RG, Carteira de Trabalho e até Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Você fará uma identificação no caixa e, após esse procedimento, terá que inserir uma nova senha – ou até mesmo recadastrar uma que já estava sendo usada. Porém, é aconselhado mudar todos os anos para não correr o risco de sofrer fraudes. Se possível, decore a senha ou a tenha guardada em um lugar seguro.

Caso, por algum motivo, você não possa se deslocar até uma agência da Previdência Social, o processo é feito através de um procurador, mas ele precisa ser cadastrado e autorizado pelo próprio INSS.

Quem mora no exterior, como proceder?

Se você já não mora no Brasil e sua previdência é feita toda por aqui ou até mesmo está viajando na época de sua prova de vida, existe a possibilidade de você fazer esse recadastramento de senha através do procurador – como já indicado no texto – ou emitir um documento de prova de vida no consulado do país em que você está. Será necessário baixar o documento, fazer o preenchimento de todas as informações necessários e enviar para o Brasil. Assim se for avisado da necessidade de renovação, é importante já dar entrada no procedimento para evitar atrasos.

O que acontece se eu não fizer o recadastramento?

 O seu benefício passa a ser interrompido até que você faça a atualização do seu cadastro e senha. Por isso, é muito importante ficar de olho na situação do seu cadastro para planejar já com antecedência a ida na Previdência ou o procurador.

INSS

INSS

Vale lembrar que o recadastramento é anual e o período para ser feito depende do banco que você recebe o benefício, então, ele pode acontecer em momentos diferentes do ano para cada pessoa. Então, consulte diretamente com o seu banco para ter certeza de quando será necessário fazer o seu.

Fazer a prova de vida é muito importante para os beneficiários do INSS. Para mais informações ou possíveis dúvidas, você pode ir até uma agência da Previdência Social mais próxima, ligar para o telefone oficial do INSS pelo número 135 ou acessar o site www.previdencia.gov.br

Recomendados para você: