1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Reforma da Previdência – Manifestantes fazem protesto no RS

Com a proximidade da votação da Reforma da Previdência no plenário, manifestantes de todos os estados brasileiros vão às ruas mostrar o seu descontentamento com as regras e mudanças previstos no texto da PEC. O objetivo das manifestações é impedir que a Reforma seja aprovada e deixar claro que o povo não está feliz com as exigências que podem vir entrar em vigor caso a PEC seja aprovada.

No Rio Grande do Sul o dia foi muito movimentado e marcado por manifestos em vários locais da capital gaúcha. A seguir, você fica sabendo um pouco mais sobre os protestos que aconteceram na última segunda-feira.

Manifestos no Rio Grande do Sul

Os protestos contra a Reforma da Previdência aconteceram desde de manhã na capital gaúcha e em algumas cidades do interior, sem nenhum registro de incidentes. Além da capital, os manifestos aconteceram na serra gaúcha, no norte e sul do estado, e também no Vale do Rio Pardo.

Todas as manifestações foram pacíficas e duraram o dia inteiro, tiveram grande repercussão.

Protestos na capital Porto Alegre

No início da manhã um grupo de pessoas se encontrava no Aeroporto Internacional Salgado Filho e, logo em seguida, caminharam cerca de 500 metros até a estátua do Laçador e o terminal, que se encontram na zona norte. Os manifestantes estavam com cartazes e faixas para apoiar o movimento, e depois se dirigiram até a rodoviária da cidade.

O grupo continha em torno de 100 pessoas e depois de ficar um tempo na rodoviária, seguiram com a manifestação, bloqueando todo o tráfego na Avenida Mauá próximo das 8h30 da manhã. Depois os manifestantes continuaram caminhando pelo centro da cidade, indo em direção à agência central do INSS. Os manifestantes ficaram lá até o final da manhã. Outra manifestação teve início às 17 horas na capital, mesmo com a chuva o grupo se concentrou na Esquina Democrática por algumas horas. O protesto foi grande e fez muito barulho chamando a atenção da imprensa e para o manifesto.

Protestos no interior do Rio Grande do Sul

Algumas cidades do interior do estado também manifestaram o seu descontentamento com a Reforma da Previdência. Em Caxias do Sul, por exemplo, um grupo de 50 pessoas de sindicatos interrompeu o trânsito na BR-116 da cidade logo no início da manhã. Logo depois disso os manifestantes se dispersaram e não houve mais tumulto ou qualquer outro tipo de protesto na região.

Já em Passo Fundo alguns manifestantes fizeram seus protestos em frente à uma agência do INSS, contendo cartazes, placas e bandeiras. Outro protesto em frente à um prédio do INSS foi registrado em Pelotas; dessa vez quem comandou a manifestação foram em sua maioria professores da UFPEL e pessoas que têm ligação com sindicatos.

Também houveram algumas manifestações em Santa Cruz do Sul. Os manifestantes se concentraram na Praça Getúlio Vargas, contendo cartazes, bandeiras e até mesmo carros de som. Os manifestantes também estavam distribuindo alguns panfletos para os cidadãos que passavam por ali. Os protestos tem ajudado muito a população para que todos possam ficar a par da Reforma Trabalhista e do que está sendo feito para prejudicar o povo que trabalha e paga seus impostos com o objetivo de poder um dia se aposentar.

Protestos podem voltar a acontecer?

Tudo depende das decisões que forem tomadas em relação à Reforma. De acordo com as novas mudanças e anúncios, outros protestos podem acontecer no estado, tanto nas mesmas cidades quanto em outras. Quanto mais protestos forem feitos, mais pressão é feita contra o governo para que a Reforma Trabalhista não seja votada.

 

Recomendados para você: