1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Reforma da Previdência Regras de Transição

A regra de transição é alvo de muitas mudanças na Reforma da Previdência, por isso todos os cidadãos devem buscar ter conhecimento sobre elas, dessa forma não serão pegos de surpresa quando forem solicitar sua aposentadoria. Vale lembrar ainda que essas regras não estão em vigor; apenas podem vir a valer caso a proposta seja aprovada.

Outro ponto importante é que uma nova proposta será votada em breve, contendo mudanças mais leves, por isso é essencial conferi-la para verificar se as mudanças mencionadas aqui irão permanecer.
Se você não sabe nada sobre a nova regra de transição, leia a seguir.

Regra de Transição e Pedágio

Se a regra for aprovada, haverá um pedágio de 30% sobre o tempo que faltar para o segurado atingir os 30 anos ou 35 anos de contribuição exigidos pelo órgão. Por exemplo, se uma mulher possuir 50 anos e 25 anos de contribuição, faltará cinco anos para que possa se aposentar. Sobre esses cinco anos restantes ela terá que pagar o pedágio de 30%, que representa mais 6 anos e meio de contribuição. Com a reforma só poderá se aposentar por tempo de contribuição pela regra de transição quem pagar o pedágio.

Reforma da Previdência Regras de Transição

Reforma da Previdência Regras de Transição. Imagem:divulgação

Por isso muitas pessoas que atualmente já se encaixam nos requisitos da aposentadoria, estão solicitando. Dessa forma poderão fugir da mudança. Se até que a reforma seja aprovada você completar todos os requisitos, poderá dar entrada no pedido de aposentadoria sem ser afetado pelas mudanças.

Acesse e saiba mais informações: Como pagar INSS atrasado contribuinte individual

Regra de Transição e a Aposentadoria por Idade

A regra do pedágio mencionada anteriormente só será aplicada nos casos em que ela for mais vantajosa. Aqueles trabalhadores que possuem pouco tempo de contribuição poderão seguir a nova regra para aposentadoria por idade, que exige uma idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens.

Reforma da Previdência Regras de Transição

Reforma da Previdência Regras de Transição. Imagem:divulgação

A regra de transição para aposentadoria por idade será válida apenas no caso das mulheres, enquanto para os homens continuará igual. Na regra de transição, a cada dois anos irá aumentar um ano a idade mínima para se aposentar no caso das mulheres. Por exemplo, em 2020 a idade mínima será de 61 anos para mulheres e 65 para homens, além de 15 anos de contribuição. Em 2022 a idade mínima das mulheres sobe para 62 anos.

Acesse e saiba mais informações: Aumenta em 13% pedidos de aposentadoria no Ceará com a Reforma da Previdência

Aposentadoria Integral

A aposentadoria para aqueles que se aposentarem com 15 anos de contribuição não será integral, mas sim de 60% da média de todas as contribuições. O valor e a média da aposentadoria tendem a aumentar com mais anos de contribuição. A aposentadoria integral, que representa 100% da média de todas as contribuições, será paga somente aos segurados que completarem 40 anos de contribuição.

Essas novas regras aumentam o tempo que o segurado irá levar para conseguir sua aposentadoria, ainda mais se desejar o valor integral. Por isso milhares de brasileiros não estão satisfeitos com as mudanças, o que está tornando ainda mais lento o processo para elas serem aprovadas e entrarem em vigor. Mais novidades em breve.

Recomendados para você: