1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (879 votos, média: 2,80 de 5)
Loading...

Reforma Previdenciária ? Saiba como Funciona…

O Governo enviou no início do mês a PEC com as novas regras da Reforma Previdenciária ao Congresso Nacional.

O documento possui todas as mudanças e alterações que acontecerão na Previdência nos próximos anos e, segundo o Governo, contribuirá para o equilíbrio dos gastos e das contas do país. São muitas mudanças que afetam diretamente o cidadão. A seguir você vai conhecer as principais delas.

Pessoas afetadas pela Reforma Previdenciária

A Reforma Previdenciária irá afetar todos os trabalhadores ativos, até mesmo aqueles que já estão prestes a solicitar o benefício.

Os homens que tiverem menos de 50 anos e as mulheres com menos de 45 anos devem obedecer de forma integral às novas regras para poderem se aposentar.

Aqueles com idade superior a 50 anos deverão seguir uma regra diferente, onde há um tempo adicional para poder se aposentar. Esse tempo adicional torna ainda mais longe o objetivo de conseguir o benefício.

Saiba mais acesse já: DATAPREV – Extrato de Pagamentos INSS

Nova Idade Mínima e Regra de Transição

Na proposta o Governo ainda tem o objetivo de aumentar a idade mínima para se aposentar e fixa-la em 65 anos, para homens e mulheres. Além disso, também possui o objetivo de aumentar o tempo de contribuição de 15 para 25 anos.

A regra da nova idade incluiria até os segurados especiais que inclui os agricultores familiares. Ou seja, eles teriam que completar 65 anos para conseguir se aposentar, atualmente eles seguem um valor menor que os moradores urbanos.

Os professores também teriam que atingir os 65 anos, exceto os professores com deficiência. Sendo assim, poucos poderiam se aposentar com tempo reduzido.

A regra de transição será para aqueles que já estão perto de solicitar a aposentadoria. Homens com 50 anos ou mais e mulheres com 45 anos ou mais podem se aposentar com regras diferentes, onde deverão cumprir um tempo adicional de contribuição, equivalente a 50% do tempo que falta para atingir o tempo de contribuição exigido.

Reforma para os Servidores Públicos, Militares, Policiais e Bombeiros

Com a nova proposta os servidores públicos passam a obedecer às mesmas regras dos demais trabalhadores, tendo que preencher o tempo de contribuição e a idade mínima, e ainda aderir a regra de transição se for o caso. A reforma prevê apenas uma modalidade de aposentadoria voluntária, onde é preciso ter 65 anos de idade e 25 anos de contribuição, 10 anos no serviço público e 5 anos no cargo efetivo.

Saiba mais acesse já: Aposentadoria e Previdência – Consulta INSS 2017

Os policiais civis e federais também devem aderir às novas regras e preencher os requisitos de 65 anos de idade e 25 anos de contribuição. Os militares, por outro lado, seguirão outro tipo de regime que ainda não foi enviado ao Congresso Nacional.

Reforma Previdenciária ? Saiba como Funciona...

Reforma Previdenciária ? Saiba como Funciona…

Plano de Previdência Privada como Alternativa

Uma alternativa para fugir dessas regras ou ainda aumentar o benefício recebido pela aposentadoria é optar por um plano de Previdência Privada, oferecido por inúmeras instituições financeiras.

Com esses planos você contribui um valor mensal e depois poderá sacar de forma parcial ou integral, de acordo com o período de carência.

Esses planos servem para aumentar a sua renda quando for aposentado e servem para completar o pagamento dos gastos e das despesas.

A Reforma Previdenciária é o assunto de muitos jornais e meios de comunicação nos últimos meses. As propostas feitas pelo governo têm dado o que falar e deixado muitas pessoas sem entender o que está por vir. Para tirar todas as dúvidas, a seguir trazemos um resumo sobre a reforma previdenciária.

Resumo da reforma da previdência social

Entre as principais mudanças da reforma previdenciária está a idade mínima prevista para se aposentar. Se a reforma for aprovada, a idade será de 65 anos para todos, mas esse número deve aumentar gradativamente de acordo com a expectativa de vida. Outra mudança é em relação ao tempo de contribuição: com a reforma, o tempo mínimo para a aposentadoria por idade será de 25 anos e a aposentadoria por tempo de contribuição deixará de existir.

Com a proposta, para ter a aposentadoria integral o trabalhador deverá ter, no mínimo, 65 anos de idade e 49 anos de contribuição. Atualmente, o contribuinte pode acumular a pensão por morte e a aposentadoria. Com a reforma, isso não será mais possível; sendo assim o beneficiário terá de escolher entre um ou outro.

Reforma da previdência aposentadoria especial

A aposentadoria especial é destinada a todos os trabalhadores que realizam suas atividades expostos à agentes nocivos para a saúde. Esses profissionais, atualmente, podem solicitar a aposentadoria após 15, 20 ou 25 anos de serviço, dependendo da sua condição. Com a reforma poderá haver mudanças drásticas.

Isso porque uma das mudanças exigidas pela PEC é que haja a comprovação de desgaste ou dano à saúde do trabalhador em decorrência dele ter ficado exposto aos agentes nocivos.

Reforma Previdenciária ? Saiba como Funciona...

Reforma Previdenciária ? Saiba como Funciona…

Reforma previdenciária ultimas noticias

Entre as últimas notícias relacionadas à reforma previdenciária está o fato de que a comissão especial da Câmara aprovou o texto-base da reforma da Previdência. O texto contou com muitas mudanças em relação ao que mencionamos anteriormente, como, por exemplo, a idade mínima estabelecida em 62 anos para mulheres e 65 anos para os homens. O tempo de contribuição continua o mesmo que mencionamos.

A proposta com o texto refeito também criou uma nova regra de transição para as pessoas que já estão no mercado de trabalho.

Reforma da previdência regras de transição

A nova regra aprovada na última semana estabelece um pedágio no valor de 30% sobre o tempo de contribuição que faltar para atingir os 35 anos, no caso dos homens, e os 30 anos no caso das mulheres. Sendo assim, agora a idade mínima na regra de transição é de 53 para mulheres e 55 anos para os homens.

Além dessa nova regra que foi criada, há a regra de transição para os homens com 50 anos ou mais e as mulheres com 45 anos ou mais.

Reforma da previdência PEC

PEC é a sigla para Proposta de Emenda Constitucional 287/16 que está sendo discutida nos últimos meses para enfim ser aprovada. Agora a PEC, com todas as novas propostas e atualizações, está indo para o plenário, onde passará novamente por uma votação.

Reforma da previdência para professores

A reforma da previdência mudou e agora os professores terão uma aposentadoria diferenciada. Na nova versão todos os servidores públicos seguirão as mesmas regras do setor privado, ou seja, 65 anos para homens e 62 anos para as mulheres. Apenas os professores terão um modelo próprio, que consiste na aposentadoria aos 60 anos, com 25 anos de contribuição.

 

 

Recomendados para você: