1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Temer Prevê Reforma da Previdência Concluída até Março

Sendo discutida já há meses, a Reforma da Previdência já está mais do que na hora de ser finalizada e aprovada. Tanto a população quanto o governo federal já tiveram que lidar com muitas mudanças e propostas diferentes, o que tardou a aprovação da reforma.

Em uma entrevista recente o presidente Michel Temer disse que a expectativa é de que a Reforma esteja concluída até março. Com isso milhares de brasileiros estão fazendo a solicitação da aposentadoria com o intuito de fugir das novas regras. Veja mais a seguir.

Reforma da Previdência

Tudo indica que a proposta da Reforma da Previdência será votada e finalizada até março, segundo o presidente Michel Temer. Os deputados e senadores irão aprovar a reforma desde que os cidadãos entendam que todas as mudanças são importantes. As negociações na Reforma devem se tornar ainda mais intensas nas próximas semanas, quando o recesso parlamentar deve se encerrar.

Reforma da Previdência

Reforma da Previdência. Imagem:divulgação

Como os deputados representam o povo e o que ele pensa, se os cidadãos estiverem de acordo com as mudanças, a reforma poderá ser aprovada e entrará em vigor o quanto antes.

Acesse e saiba mais informações: INSS e Fiesp se juntam para ajudar beneficiários do auxílio-doença

Votos para a Reforma ser aprovada

Por se tratar de uma proposta de emenda à Constituição, para ser aprovada a reforma irá precisar ter 308 votos, sendo que são 513 deputados. Essa quantidade deve ser atingida em dois turnos de votação.
Mas se for aprovada, ainda não é tudo.

A Reforma ainda precisará ser aprovada no Senado. A análise da Reforma no plenário está marcada para o dia 19 de fevereiro. Essa análise irá acontecer sobre uma proposta mais leve, sem muitas das restrições anunciadas anteriormente.

Algumas mudanças na Reforma da Previdência

Uma das principais mudanças da reforma é em relação à idade mínima para se aposentar. A regra original da Previdência prevê que é preciso ter 25 anos de contribuição e 65 anos de idade para se aposentar. Através da reforma, é preciso ter 62 anos no caso das mulheres e 65 anos no caso dos homens, além de alterações na regra de transição.

Há também os novos acréscimos que farão com que os segurados demorem um pouco mais para poder solicitar a aposentadoria.

Reforma da Previdência

Reforma da Previdência. Imagem:divulgação

No novo cálculo do benefício, o órgão irá irar uma média de todas as contribuições previdenciárias, e o cidadão terá direito a 70% dessa média.

Se o cidadão contribuiu por mais tempo do que necessário, será adicionado acréscimos a esses 70%. Cada ano que superar, por exemplo, os 25 anos de contribuição, representa um acréscimo de 1,5%. Cada ano que superar 30 anos de contribuição representa 2% de acréscimo e, por último, cada ano que superar 35 anos de contribuição representa 2,5% de acréscimo.

Acesse e saiba mais informações: Aposentadoria pela Internet – Veja como!

Regra de Transição

As mudanças para a regra de transição também não agradam a todos. É preciso ficar de olho na nova proposta para saber se essas mudanças ainda serão mantidas.

Qualquer trabalhador poderá solicitar a regra de transição, desde que no caso das mulheres já tenha 53 anos e no caso dos homens, 55 anos. A partir de 2020 as idades mínimas irão aumentar um ano, a cada dois anos.

Recomendados para você: