1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Como Pagar Inss Autônomo pela Internet

Aquelas pessoas que trabalham por conta própria ou apenas estudam também têm o direito de contribuir com a Previdência para garantir a sua aposentadoria. A contribuição pode ser feita de forma autônoma, ou seja, sem vínculos empregatícios.

Nesses casos, o valor é definido de acordo com o salário do indivíduo. Muitas pessoas possuem dúvidas referentes ao INSS autônomo e algumas delas nós vamos sanar logo abaixo!

Como Pagar INSS Autônomo Retroativo

O INSS autônomo retroativo é quando o indivíduo já trabalha nessa categoria há muito tempo, mas deixou de contribuir em um determinado período e quer voltar a pagar. Mesmo que não pareça, esse caso acontece com muitas pessoas.

Quem tinha dúvidas se isso era possível, fique sabendo que sim! Basta ir a Previdência Social com documentos que comprovem que você era autônomo na época em que ainda contribuía. No atendimento será necessário informar o PIS (Programa de Integração Social).

Quem paga INSS Autônomo tem Direito a Licença Maternidade?

Todas as mulheres contribuintes da Previdência Social têm o direito de receber a licença maternidade, independente se contribuem como autônomas ou não. No entanto, é necessário estar contribuindo há pelo menos 10 meses com a Previdência para poder solicitar esse benefício. Você pode solicitar o benefício, na maioria dos casos, 28 dias do parto. Todas as informações podem ser encontradas no portal da Previdência, incluindo os documentos necessários.

Quem paga INSS Autônomo tem Direito a Licença Maternidade?

Quem paga INSS Autônomo tem Direito a Licença Maternidade? Imagem:Divulgação

Como Começar a Pagar INSS Autônomo

Quatro passos precisam ser seguidos para quem deseja começar a contribuir como autônomo. O primeiro deles é a inscrição no PIS/NIT, mas esta é dispensável caso você já tenha trabalhado com carteira assinada alguma vez. Porém, é necessário confirmar se você já possui um registro e caso o contrário, terá que fazer um. É muito fácil conferir se você já é cadastrado no PIS, basta procurar o número do mesmo em sua carteira de trabalho. A inscrição pode ser feita pelo site da Previdência Social.

O segundo passo é escolher um tipo de contribuição e o valor que vai pagar. Existem dois tipos de contribuição e a principal diferença entre eles é o valor a ser pago mensalmente. O código da contribuição deverá ser inserido na sua GPS após a escolha. O terceiro passo é preencher a sua Guia da Previdência Social pela internet, pelo internet banking ou manualmente. A GPS solicita informações como nome, vencimento, código de pagamento, competência, identificador e valor. O último passo é efetuar o pagamento da guia.

Valor do INSS Autônomo

O valor do INSS autônomo varia de acordo com o tipo de contribuição que você escolher. O primeiro tipo de contribuição é aquele onde você paga 20% do que ganha ao INSS e recebe o direito de solicitar todos os recursos do INSS e também a aposentadoria.

Valor do INSS Autônomo

Valor do INSS Autônomo. Imagem:Divulgação

O segundo tipo de contribuição é aquele que você paga apenas 11% do salário mínimo ao INSS. Nesse último caso, o contribuinte possui o direito de solicitar todos os benefícios do INSS, mas apenas a aposentadoria por idade.

Pagar INSS Autônomo Perde o Seguro Desemprego?

O trabalhador que for demitido sem justa-causa e receber o seu seguro-desemprego pode continuar contribuindo para o INSS na condição de segurado facultativo. Nesse caso o indicado é optar pelo código 1406.

Recomendados para você: