1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (739 votos, média: 0,00 de 5)
Loading...

Previdência Privada Empresarial

Previdência social ou previdência complementar, ou ainda renda complementar da aposentadoria, é uma “poupança” para o futuro, no qual o investidor receberá os lucros somente na sua aposentadoria, é um complemento para pessoas que queiram receber além da aposentadoria do INSS.

Existem dois modelos de previdência privada, a previdência aberta e a previdência fechada, a aberta consiste em contratação deste fundo de investimento por qualquer indivíduo, ou o fechada, que consiste em contratação através de uma empresa.

Previdência Privada Empresarial

Previdência Privada Empresarial

Desta forma o funcionário contrata esta “poupança” através da empresa em que trabalha, onde o valor poupado e aplicado para sua aposentadoria.

O que é previdência privada empresarial?

É o plano de previdência complementar adquirido por empresas, no qual a contribuição é feita pelo funcionário, na fase ativa de trabalho, e este irá resgatar seus lucros em sua aposentadoria.

É fornecido pela empresa, porem não obrigatório, sendo de caráter facultativo, da mesma forma esta contribuição ainda pode ser complementada por contribuições fornecidas pela empresa.

Quais as vantagens da previdência empresarial para empresas?

Ajuda a manter os talentos na empresa, além de motiva-los e ainda possui até 20% na dedução do imposto de renda na folha salarial.

Quais as vantagens da previdência privada para o funcionário?

O funcionário contribuinte poderá resgatar este rendimento integral futuramente, funcionando como uma segunda aposentadoria, além de não possuir tributação durante a aplicação do rendimento, e ainda possuir até 12% de contribuições dedutíveis de IRPF.

Todas as empresas brasileiras podem oferecer o plano de previdência privada empresarial, que pode ser de duas categorias, PGBL e VGBL.

O plano PGBL, é o plano de investimento para empresas que se preocupam com o futuro de seus funcionários, recendo através deste plano incentivos fiscais, como deduzir despesas operacionais até o limite de 20% da folha de pagamento e o funcionário pode deduzir até 12% no seu lucro bruto no IR, podendo ser resgatado numa data mínima de 60 dias a partir da primeira contribuição, além de oferecer diversas opções de resgate, dependendo da instituição.

Já o plano VGBL, nesta modalidade  o funcionário aplica uma parte de seu salário no fundo de investimento, que poderá ser resgatado na sua aposentadoria, ou em caso de ele se desligar da empresa, altamente indicado a pessoas que contribuem com o INSS e a pessoas que o formulário simplificado do IR.

Estes rendimentos através do plano VGBL estão isentos de tributação durante o período de contribuição, e quando resgatado o valor tributado no IR é sobre o valor acumulado e não sobre o contribuído, possui ainda mínimo de 60 dias para resgate, além de possuir portabilidade para outro plano, conforme plano fornecido pelo Banco Bradesco.

 E se o funcionário for desligado da empresa?

É necessário que o funcionário antes verifique todas as clausulas antes de adquirir este investimento, dependendo da instituição financeira e do acordo.

Vale ressaltar que o funcionário tem duas opções após o desligamento da empresa onde adquiriu o plano, o primeiro é continuar a contribuir até sua aposentadoria ou resgatar o plano de investimento seja ele parcial ou integral, desde que num período mínimo de 60 dias do inicio da contribuição.

Previdência Privada Empresarial

Previdência Privada Empresarial

Devido ao fato de nem todas as empresas oferecem este plano de previdência privada, é necessário que o funcionário procure o RH de onde trabalha e verifique se a empresa possui o plano.

Caso a empresa onde trabalha não possua nenhum plano de previdência privada empresarial, é possível que ela procure instituições financeiras para contratação do plano, instituições como o banco Bradesco que oferece diversas vantagens para pessoas e empresas que pensam no futuro de seus funcionários.

 

Recomendados para você: