1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Saiba como Pagar INSS Autônomo

Contribuir com o INSS é uma tarefa que milhares de pessoas realiza, mas muitas ainda possuem dúvidas de como começar a ser um segurado. Uma das formas disponíveis é a contribuição individual, ou seja, se você é autônomo (trabalha por conta própria) pode contribuir um valor mensal para garantir a sua aposentadoria.

Quem é Contribuinte Individual possui os mesmos direitos que qualquer outra pessoa, mas precisa escolher entre dois tipos de contribuição. Quem está em atraso com o INSS também pode efetuar os pagamentos para que estes comecem a contar no seu benefício. Veja como proceder nesses casos.

Como Prosseguir para Pagar o INSS em Atraso

O pagamento do INSS em atraso pode ser feito por meio da Receita Federal. Você só precisa comparecer no órgão com alguns documentos em mãos para comprovar que já contribuiu com o INSS ou que trabalhava nessa época. O pagamento retroativo pode ser feito por qualquer pessoa que tenha parado de contribuir por algum motivo.

Você pode levar notas fiscais, recibos, carnês de pagamento do INSS e demais documentos que comprovem essa condição. A Receita Federal é responsável por calcular os atrasos e emitir a GPS. O contribuinte poderá parcelar em até 60 vezes.

Pagamentos do INSS Autônomo – Códigos

Um dos primeiros passos para quem deseja começar a pagar como autônomo para o INSS é escolher o tipo de contribuição e o valor que irá gastar mensalmente com isso. Há duas escolhas e cada uma possui o seu código. Esse código é muito importante e você deve inseri-lo na sua GPS quando for preenchê-la para formalizar a sua ligação com o INSS.

O código 1007 é referente a contribuição onde você paga 20% do que ganha. Atenção aqui: independente do seu salário, ainda que ele seja menor ou maior do que um salário mínimo, você precisará retirar 20% dele e efetuar o pagamento. Já o código 1163 se refere a contribuição onde você paga 11% do salário mínimo. Nesse caso, o valor aumenta conforme o ajuste do salário. Após fazer a sua escolha, anote o respectivo código para colocá-lo na Guia da Previdência Social.

Benefícios de Contribuir como Autônomo para o INSS

Assim como os demais contribuintes do INSS, o autônomo possui direito a todos os auxílios oferecidos pelo órgão. A diferença é nas aposentadorias: o contribuinte que escolher o código 1007 poderá se aposentar por idade ou por tempo de contribuição, apenas. Já o contribuinte que optar pelo código 1163 poderá se aposentar apenas pela idade, mas ainda terá direito aos outros auxílios como doença, pensão por morte ou salário maternidade.

Benefícios INSS

Benefícios INSS. Imagem:Divulgação

Também há outros benefícios em contribuir como autônomo: você não depende do fato de ter um patrão para garantir o seu futuro, poderá pagar um pequeno valor todo mês se escolher o segundo tipo de contribuição e você mesmo definirá o valor que irá ganhar: quanto mais alto ser a sua contribuição, mais alto será o valor da sua aposentadoria. Leve seus documentos a uma agência e comece agora mesmo a ser um segurado.

 

Recomendados para você: